• Centro Ortopédico Ipiranga

DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES: TRÊS PATOLOGIAS MAIS COMUNS ENTRE O SEXO FEMININO

Hoje não vamos falar apenas sobre o quanto as mulheres merecem respeito. Isso é óbvio! Vamos falar sobre 3 patologias mais comuns em mulheres na ortopedia:



OSTEOPOROSE

O envelhecimento, junto com certas doenças e medicamentos, pode fazer com que os ossos se tornem muito fracos e frágeis com o tempo - uma condição chamada osteoporose. Geralmente ocorre em mulheres após a menopausa e em homens em idade avançada. Esta doença que diminui a espessura dos ossos coloca as pessoas em maior risco de fraturas ósseas, o que pode limitar seriamente a mobilidade e a independência. Também tendemos a perder músculos à medida que envelhecemos - uma condição chamada sarcopenia. Pessoas que desenvolvem osteoporose ou sarcopenia são consideradas frágeis: mais probabilidade de cair e mais probabilidade de quebrar um osso.



FRATURA POR ESTRESSE

Uma fratura por estresse é uma lesão por uso excessivo. Ocorre quando os músculos ficam fatigados e são incapazes de absorver o choque adicional. Eventualmente, o músculo fatigado transfere a sobrecarga de estresse para o osso, causando uma pequena rachadura chamada fratura por estresse.


As fraturas por estresse afetam pessoas de todas as idades que participam de atividades esportivas repetitivas, como corrida. Estudos médicos mostraram que atletas do sexo feminino parecem sofrer mais fraturas por estresse do que seus colegas do sexo masculino. Muitos cirurgiões ortopédicos atribuem isso a uma condição conhecida como "a tríade da atleta feminina": distúrbios alimentares (bulimia ou anorexia), amenorréia (ciclo menstrual pouco frequente) e osteoporose. À medida que a massa óssea de uma mulher diminui, suas chances de sofrer uma fratura por estresse aumentam.




OSTEONECROSE DO JOELHO

A osteonecrose do joelho (também conhecida como necrose avascular) é uma condição dolorosa que se desenvolve quando o suprimento de sangue para um segmento do osso é interrompido. Sem nutrição adequada, a porção afetada do osso morre e desmorona gradualmente. Como resultado, a cartilagem articular que cobre o osso também colapsa, levando à artrite incapacitante.


A osteonecrose do joelho pode afetar qualquer pessoa, mas é mais comum em pessoas com mais de 60 anos. As mulheres são três vezes mais propensas do que os homens a desenvolver a doença.



Todas essas patologias, quando diagnosticadas precocemente, podem ser tratadas e ter seus sintomas amenizados. Faça exames e visite seu ortopedista com frequência. Tem dúvidas? Entre em contato e informe-se sobre a melhor opção para você: (21) 99985-4472 / 98181-6519 / 2205-7996 / 3176-2061.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rua Ipiranga, 109, Laranjeiras/RJ | Tel: (21) 2205-7996 / (21) 98181-6519

Atendimento presencial e Teleatendimento