• Centro Ortopédico Ipiranga

Entenda mais sobre a Tendinite de Aquiles


A Tendinite de Aquiles é uma condição comum que ocorre quando o tendão maior, que corre pela parte de trás da perna, fica irritado e inflamado.

O tendão de Aquiles é o maior tendão do corpo. Ele conecta seus músculos da panturrilha ao osso do calcanhar e é usado quando você anda, corre, sobe escadas, pula e fica em pé na ponta dos pés.

Embora o tendão de Aquiles possa suportar grandes tensões decorrentes da corrida e do salto, ele também é propenso a tendinites, uma condição associada ao uso excessivo e à degeneração.

Descrição

A tendinite é a inflamação de um tendão. Essa inflamação é a resposta natural do corpo a lesões ou doenças, e muitas vezes causa inchaço, dor ou irritação.

Existem dois tipos de tendinite de Aquiles, com base em qual parte do tendão está inflamada.

Tendinite de Aquiles não-insercional

Na tendinite de Aquiles não-insercional, as fibras na porção média do tendão começaram a se romper com pequenas ruturas (degenerativas), inchar e engrossar.

A tendinite da porção média do tendão afeta mais comumente pessoas mais jovens e ativas.

Tendinite de Aquiles de Inserção

A tendinite de Aquiles de inserção envolve a parte inferior do calcanhar, onde o tendão se fixa (insere) ao osso do calcanhar.

Tanto na tendinite de Aquiles não-insercional quanto na insercional, as fibras do tendão lesadas também podem se calcificar (endurecer). Os esporões ósseos (crescimento ósseo extra) geralmente se formam com tendinite de Aquiles inserível.

A tendinite que afeta a inserção do tendão pode ocorrer a qualquer momento, mesmo em pacientes que não estão ativos. Mais frequentemente, no entanto, vem de anos de uso excessivo (corredores de longa distância, velocistas).

Causa

A tendinite de Aquiles geralmente não está relacionada a uma lesão específica. O problema resulta do estresse repetitivo no tendão. Isso geralmente acontece quando forçamos nossos corpos a fazer muito, muito cedo, mas outros fatores podem aumentar a probabilidade de desenvolver tendinite, incluindo:

  • Aumento repentino na quantidade ou intensidade da atividade física - por exemplo, aumentando a distância que você percorre todos os dias em algumas milhas sem dar ao seu corpo a chance de se ajustar à nova distância;

  • Músculos tensos da panturrilha - Ter músculos da panturrilha apertados e, de repente, iniciar um programa de exercícios agressivos pode causar estresse extra no tendão de Aquiles;

  • Esporão ósseo - O crescimento ósseo extra no qual o tendão de Aquiles se fixa ao osso do calcanhar pode roçar o tendão e causar dor

Sintomas

Os sintomas comuns da tendinite de Aquiles incluem:

  • Dor e rigidez ao longo do tendão de Aquiles pela manhã;

  • Dor ao longo do tendão ou parte posterior do calcanhar que piora com a atividade;

  • Dor severa no dia após o exercício;

  • Espessamento do tendão;

  • Esporão ósseo (tendinite de inserção);

  • Inchaço presente o tempo todo e piora ao longo do dia com atividade.

Se você tiver experimentado um "estalo" súbito na parte de trás da panturrilha ou do calcanhar, pode ter rompido (rasgado) o tendão de Aquiles. Consulte o seu médico imediatamente.

Exame Médico

Depois de descrever seus sintomas e discutir suas preocupações, o médico examinará seu pé e tornozelo. O médico procurará esses sinais:

  • Inchaço ao longo do tendão de Aquiles ou na parte de trás do seu calcanhar;

  • Espessamento ou aumento do tendão de Aquiles;

  • Esporo ósseo na parte inferior do tendão na parte de trás do calcanhar (tendinite de inserção);

  • O ponto de máxima sensibilidade;

  • Dor no meio do tendão (tendinite não-insercional);

  • Dor na parte de trás do seu calcanhar na parte inferior do tendão (tendinite insercional);

  • Limite de movimento em seu tornozelo - especificamente, uma diminuição da capacidade de flexionar o pé.

Testes

Seu médico pode solicitar exames de imagem para garantir que seus sintomas sejam causados ​​por tendinite de Aquiles.

Raios-X

Testes de raios X fornecem imagens claras dos ossos. Os raios X podem mostrar se a parte inferior do tendão de Aquiles se calcificou ou se endureceu. Esta calcificação indica uma tendinite de Aquiles na inserção. Nos casos de tendinite de Aquiles grave não intrínseca, também pode haver calcificação na porção média do tendão.

Ressonância Magnética (RM)

Embora a ressonância magnética (RM) não seja necessária para diagnosticar a tendinite de Aquiles, é importante para o planejamento cirúrgico. Uma ressonância magnética pode mostrar quão grave é o dano no tendão. Se a cirurgia for necessária, seu médico irá selecionar o procedimento com base na quantidade de dano do tendão.

Tratamento

O tratamento pode ser cirúrgico ou não. Na maioria dos casos, as opções de tratamento não cirúrgico proporcionam alívio da dor, embora possa demorar alguns meses para que os sintomas desapareçam completamente.

A cirurgia deve ser considerada para aliviar a tendinite de Aquiles somente se a dor não melhorar após 6 meses de tratamento não cirúrgico. O tipo específico de cirurgia depende da localização da tendinite e da quantidade de dano ao tendão. Converse com seu médico.

Este artigo é fornecido como um serviço informativo e não substitui a orientação médica.

Qualquer pessoa que procure aconselhamento ou assistência ortopédica específica deve consultar o seu cirurgião ortopédico ou agendar uma consulta no Centro Ortopédico Ipiranga clicando aqui.

Fonte: Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos.

.

.

#Calcâneo #TendãodeAquiles #Tendinite

© Centro Ortopédico Ipiranga

Rua Ipiranga, 109, Laranjeiras/RJ

Tel: (21) 2205-7996 / 3176-2061

Especialidades

  • Ortopedia

  • Trauma Ortopédico

  • Ortopedia Geriátrica

  • Fisioterapia

  • Reabilitação Funcional

  • Preparação Física

  • Medicina Esportiva

  • Enfermagem

Solicite seu agendamento online AQUI (a marcação da consulta só será validada após o contato do COI)

Convênios médicos

  • Bradesco Saúde

  • Unimed

  • Saúde Caixa

  • Petrobras

  • SulAmérica Saúde

  • Real Grandeza

  • Mediservice

  • AMBEP

  • Banco Central do Brasil

  • Caberj

  • Unafisco Saúde

Trabalhe conosco (estamos sem vagas)

Desenvolvido por GLF Comunicação